Diário de Bordo Parte 1

Ontem foi um dia atípico para mim e muito bom! Dia de visitar e passar o dia com a turma da Associação Madre Teresa de Jesus, em Porto Alegre, passando um pouco dos meus conhecimentos e experiências com a música e ver se realmente tinha condições para isso.

O primeiro passo era saber como eu me sentiria com eles e em segundo lugar saber da flexibilidade de horários em função da minha “não-rotina” semanal, como costumo chamar.

Na verdade tudo começou a convite da Mi, da Valéria e do Daniel Santoro como mencionei no post da semana passada.

Diário de bordo – 24 de maio de 2012

Hoje foram duas turmas de crianças, manhã e tarde, para começar a desenvolver um trabalho onde vou ensinar um pouco da história da música e sobre o Rock mais especificamente, que é a minha paixão musical.

No primeiro encontro, pela manhã, fui com o intuito de conhecê-los, afinal os problemas e dificuldades que permeiam esta turma não sao poucas, para depois conseguir identificar e entender as necessidades dessas crianças e como vou fazer para mantê-las ativas, trazendo todo mundo para dentro do meu mundo da música.

A turminha é formada por crianças mais novas e já estavam me esperando no horário marcado pela janela da sala que dá de frente para a entrada da Casinha, como é chamada a instituição.

Me apresentei e expliquei o motivo de estar lá e de desenvolvermos pequenas atividades. Primeiro questionei, obviamente, sobre que músicas eles ouviam e foi unânime: Michel Telló e Luan Santana, ok…

Também falamos da professora de música que passou um tempo com eles e descobri que eles conheciam a música “Hey Jude”, Sir. Paul Mccartney. Perfeito, hora de começar a cantar e introduzir um pouco do Rock and Roll nessa turma! Fizemos uma meia lua no chão e foi ótimo, quase todos cantaram!

Depois pedi para tirar fotos, individuais de cada um para que eu possa memorizar os nomes, tarefa difícil para mim, não tenho facilidade para nomes e sim notas musicais.

Foi muito bom, hora de sair e voltar na primeira hora da tarde para conhecer a segunda turma.

Às 13h30 voltei até a Casinha para conhecer a turma da tarde, uau, galera mais velha misturada com os mais novos. Bom, segui os mesmos passos da primeira turma e adivinhem o que eles ouvem? Funk, brasileiro, ok…Quero deixar claro que não tenho preconceito com nenhum estilo, linguagem de música mas, tenho meus gostos e objetivos e nesses momentos aproveito para aprender e tirar o melhor da situação, sempre aprendendo, mesmo que eu não goste.

Turma da tarde no primeiro encontro!

Segue o barco, eles começam a externar e novidades maravilhosas vêm à tona: Chico Buarque, Tim Maia, Adoniran Barbosa, Biork entre outros porém…nada sobre rock, exceto Beatles com Hey Jude novamente.

O primeiro desafio apareceu quando uma das meninas disse que não queria aprender rock e outros foram junto! Ok, vamos falar um pouco da história da música e explicar porque o Funk carioca existe!

Após alguns minutos falando sobre Blues, rock, funk americano, um silêncio na sala, todos me olhando com ar de surpresa e interessados, para minha surpresa também. Mais 10 minutos e estávamos fazendo a “dança do Pato” ou Duck Walk, dança famosa inventada pelo guitarrista americano Chuck Berry. Bingo!

O gancho veio com “Johnny B. Good” que eles conheciam e aí falamos do requebrado de Elvis Presley e James Brown, conexão perfeita com os funks cariocas e paulistas.

Hoje também foi dia de conhecer mais sobre o Violão, falei sobre as partes que compõem o instrumento e todos puderam brincar um pouco e fazer um som! Nesta hora tinha fila para sentar na cadeira e fazer barulho!

Oi, prazer, eu sou o violão!

– Jardel, essa é a mão do violão! O Alisson, em pé de camiseta azul é o mais arteiro da turma, não parou 1 min de agitar, não tocou o violão e não quis tirar foto mas, sempre por perto!

Como se coloca e pega o violão?! Muito bom!!!

Hora de tirar som do violão!

Ops, saiu som! :=)

Ouve o som….o olhar desse garoto é lindo, um bom humor contagiante e constante durante todo encontro!

Fabiano não quis sair do sofá para entrar na fila e tocar no violão mas depois…adorou!

Bom, final do Diário de Bordo Parte 1. Amei! Estarei lá todas as semanas com essas duas turmas e dando o melhor de mim. Agora que comecei a entender o que se passa e sei que muita água ainda vai rolar, já tenho alguns caminhos!

O Diário de Bordo desta ação na Madre Teresa de Jesus, vai estar toda a semana aqui no Blog após todos os encontros, para que você possa acompanhar, sugerir, compartilhar suas experiências enfim, fique à vontade para fazer parte de alguma forma.

Abs guitarrísticos

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Diário de Bordo Parte 1

  1. Joane Ramsey disse:

    Rafa, tu e demais, meu irmao! Te amo, Jo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s