Notas à toa, desperdício.

283953_254963344520702_226757754007928_1234133_302748_nPois é, logo após largar minha filha no colégio, no caminho de volta para casa, vim pensando numa música que tenho que terminar de compor, um tema que nem nome tem ainda mas que tenho que finalizar para o CD dos Mostardas e colocar na partitura para o meu primeiro CD direcionado quase que todo para a guitarra. Na verdade compus há uns 10 anos atrás e estou relendo o mesmo.

Me veio na cabeça várias frases, várias idéias mas nenhuma que diretamente respondesse minha pergunta:
– Qual o motivo, a razão destas notas? Faz sentido ou apenas é um monte ou poucas notas perdidas, desperdiçadas?
Entendo que a tendência de todo guitarrista (não todos e depende da idade, amadurecimento, linguagem musical, etc, etc…dane-se) é encher de notas e tocar o mais rápido possível para impressionar, o que particularmente acho muito chato, um saco, pq gosto de melodias, coisas que eu possa cantar. Se for para fazer algo cheio de notas, rápido prefiro que o todo, quando escutado, consiga ser traduzido pelo contexto, como uma passagem de desenho animado, fotografia, cores, sensações enfim, tenha uma razão, uma conexão e um sentido muito forte para estar ali e que não seja aquela frase que você não percebe o sentimento nela, apenas algo mecânico, estudado, como um macaco faria, aprende e executa.
Deve ser coisa da idade, daquilo que aprendi nos USA com grandes mestres da guitarra, sei lá, não vem ao caso. O desafio e achar as notas certas de acordo com aquilo que busco e que nem sei o que é exatamente apenas sinto quando é desperdiçado ou à toa (como diria minha mulher) ou sinto quando está certo.
Também não ouço guitarristas faz muito tempo e sim cada vez mais volto as coisas antigas que na minha opinião é o que há de melhor na música, ou seja, quanto mais velho melhor, mais qualidade, mais intensidade e mais verdadeiro.
That`s it.
Abs guitarrísticos

Esse post foi publicado em Notícias, Projetos, Rafa Schuler Trio e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s